Páginas

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Música Barroca na Estrada: Palestras e Concertos de Música Sacra, com Apresentação do Capela Del Rey

Sob a regência do maestro Modesto Fonseca, o evento inédito acontece entre 16 e 22 de outubro, em cinco cidades do norte e centro-oeste do país



Entre 16 e 22 de outubro, o norte e o centro-oeste do País serão cenários da primeira edição do Música Barroca na Estrada, projeto itinerante de música clássica, com coro e orquestra, realizado em cinco cidades brasileiras – Campo Grande, Cuiabá, Porto Velho, Cruzeiro do Sul e Manaus. Com repertório construído a partir de obras sacras restauradas de compositores brasileiros, o Música Barroca na Estrada conta com palestras didáticas que precederão as apresentações, focadas em alunos e professores da rede pública de ensino e escolas de música.

O evento, idealizado pela Kommitment Produções, tem por intuito promover a popularização da música erudita e a formação de plateia. A ideia surgiu a partir da necessidade de propiciar conteúdo artístico diferenciado em localidades que se encontram fora do eixo cultural já bastante explorado pelo mercado de produção. Apostando na importância do tripé ‘restauração, reconhecimento e acessibilidade’, o projeto Música Barroca na Estrada espera minimizar lacunas artísticas perceptíveis no cenário cultural brasileiro.

O Capela Del Rey foi convidado a participar do projeto pela total aderência com os propósitos pretendidos. Modesto Fonseca, maestro e diretor artístico do grupo, participou de inúmeros trabalhos de restauração de partituras de obras sacras e é o responsável pelo Centro de Documentação Musical de Viçosa. Seu trabalho gerou o livro “A música sacra em Viçosa”, cujo desdobramento foi a gravação do CD “Creator Alme” com seu antigo grupo, Domine Maris, composto por coro e orquestra. Após uma década de atuação, o Capela Del Rey se firmou como um celeiro de talentos, colaborando para a renovação e enriquecimento do cenário da música clássica nacional.

O repertório do espetáculo inclui relevantes obras de compositores mineiros como Magnificat (Manoel Dias de Oliveira), o 5º Responsório (José Maria Xavier) e o Laudate Dominum (Paula Miranda).




“Entendemos, por experiência, que a falta de oportunidade é que leva ao desconhecimento. As pessoas ‘acham’ que não gostam de música clássica simplesmente pelo fato de nunca terem sido apresentadas a este conteúdo cultural. Invariavelmente, ao se depararem com estas manifestações artísticas as reações são positivas e vibrantes. O Música Barroca na Estrada oferecerá ao público um encontro de encantamento com o universo da música sacra. Serão momentos dedicados ao prazer de ouvir música erudita de qualidade”, afirma Marcia Ximenez, sócia da Kommitment Produções.

As palestras serão realizadas dias antes de cada concerto, nas escolas da rede pública de ensino e em conservatórios de música. Ministradas pelo escritor, professor e pesquisador da história da música Juca Magalhães, terão duração de uma hora e foco em temas como a história da música clássica, sua chegada no Brasil e o desdobramento em música sacra; explicação dos compositores brasileiros que compõem o repertório; explicação sobre as obras que serão executadas nos concertos; funcionamento de uma orquestra e as famílias de instrumentos que a compõem e peculiaridades e detalhamentos de uma orquestra sinfônica e a orquestração/formação de uma orquestra de música sacra.

O projeto busca contribuir para o fortalecimento da cultura nacional. A expectativa de público é 4 mil pessoas, entre concertos e palestras. O Música Barroca na Estrada tem patrocínio do Ministério da Cultura - Lei de Incentivo a Cultura e BNDES.

Música Barroca na Estrada

16 de outubro – 18h
Campo Grande (MS)
Teatro Dom Bosco - Colégio Dom Bosco - Av Mato Grosso, 421, Centro - Campo Grande
Informações: (67) 3312-3200
Censura: Livre
Duração: 60 min
Entrada franca

17 de outubro – 20h
Cuiabá (MT)
Teatro da UFMT - Av Fernando Corrêa da Costa, nº 2367, Boa Esperança - Cuiabá Informações: (65) 3615-8000 / (65) 3628-1219
Censura: Livre
Duração: 60 min
Entrada franca

18 de outubro – 20h
Porto Velho (RO)
Teatro Banzeiros - R José do Patrocínio, 512, Centro - Porto Velho
Informações: (69) 3901-2939
Censura: Livre
Duração: 60 min
Entrada franca

20 de outubro –  19h
Cruzeiro do Sul (AC)
Teatro dos Náuas - Rua do Purus, 479, João Alves – Cruzeiro do Sul
Informações: (68) 9968-0274 / 9971-0285
Censura: Livre
Duração: 60 min
Entrada franca

22 de outubro – 20h
Manaus (AM)
Teatro Amazonas - Pça São Sebastião, s/nº, Centro - Manaus
Informações (92) 3622-1880
Censura: Livre
Duração: 60 min
Entrada franca

2 comentários:

coimbra disse...

Parabéns, Magalhães, pela empreitada.
Fique claro que o Modesto Fonseca é o nosso ex-regente Modesto Flávio, assim conhecido entre os capixabas.
Dê mais noticias sobre as palestras.
Sucesso!
Um grande abraço.

Juca Magalhães disse...

Estamos agora em Cuiabá,uma cidade grande e antiga e quente, muito quente. As palestras têm sido vista como o são os concertos com interesse, estranhamento e entusiasmo. Cada vez mais me convenço que elas são uma ótima forma de aproximar o público e divulgar a música clássica.